NOTÍCIAS EXCLUSIVAS
12 de março de 2020
Cotações de alumínio primário registram queda em Fevereiro de 2020
Menor cotação chega a US$ 1.663/tonelada à vista

As cotações do alumínio primário na LME (London Metal Exchange) no mês de Fevereiro de 2020 atingiram uma média mensal para compras à vista de US$ 1.686/tonelada, uma queda de 4,9% em relação à média registrada no mês anterior. Para a entrega em três meses, a cotação média mensal também registrou decréscimo de 4,5%, atingindo US$ 1.712/tonelada. Analisando apenas as compras à vista, a menor cotação ocorreu no último dia do mês – US$ 1.663/tonelada, enquanto a maior foi US$ 1.707/tonelada, no dia 12.

O surto do coronavírus, detectado pela primeira vez na China em dezembro, continua impactando as cotações do metal na London Metal Exchange – LME no mês de Fevereiro. O mês registrou a menor cotação em  três anos. As medidas adotadas pelos vários países para enfrentar a epidemia, estão afetando a atividade econômica, que está se refletindo no desempenho da demanda de curto prazo, em particular no mercado mundial de alumínio. Lembrando a grande influência da China neste mercado: grande importador de alumina, maior produtor de alumínio primário e maior exportador de produtos de alumínio.

Os estoques na LME apresentaram queda pelo segundo mês consecutivo.  Ao final do mês de Fevereiro os estoques registraram 1.072 mil toneladas – 401 mil toneladas a menos do que o registrado no final de Dezembro/2019 e 161 mil toneladas inferior ao nível registrado ao final do mesmo mês de 2019.

Ligas secundárias

Também as cotações médias das ligas secundárias de alumínio apresentaram queda em relação ao primeiro mês de 2020. Para compras à vista, atingiu US$ 1.359/tonelada e, para entrega em três meses, US$ 1.378/tonelada, o que correspondeu a uma queda de 1,9% e 1,0%, respectivamente.

Fonte: LME – London Metal Exchange

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *