NOTÍCIAS EXCLUSIVAS
11 de fevereiro de 2020
Cotações de alumínio primário iniciam o ano de 2020 estáveis
Menor cotação chega a US$ 1.710/tonelada à vista

As cotações médias do alumínio primário na LME (London Metal Exchange) no mês de Janeiro de 2020 praticamente se mantiveram no mesmo nível de Dezembro de 2019. A média mensal para compras à vista atingiu US$ 1.772/tonelada, um aumento de apenas 0,1% em relação à média registrada no mês anterior. Para a entrega em três meses, a cotação média mensal também registrou ligeiro acréscimo de 0,6%, atingindo US$ 1.792/tonelada. Analisando apenas as compras à vista, a menor cotação ocorreu no último dia do mês  – US$ 1.710/tonelada, enquanto a maior foi US$ 1.811/tonelada, no dia 21.

Em meados de janeiro de 2020 os Estados Unidos e a China sinalizaram um cessar-fogo na guerra comercial, assinando a primeira fase de um acordo. Apesar desse avanço, os mercados não reagiram com tanta euforia em função do baixo efeito que as medidas devem ter no comércio bilateral. Ainda falando de China, os efeitos da epidemia de coronavírus já começaram a serem sentidos na economia mundial e devem estar refletidos nas cotações dos metais em Fevereiro.

Diferente das cotações de alumínio primário, os estoques na LME voltaram a apresentar queda.  Ao final do mês de Janeiro os estoques registraram 1.273 mil toneladas – 200 mil toneladas a menos do que o registrado no final de Dezembro/2019 e 11 mil toneladas inferior ao nível registrado ao final do mesmo mês de 2019.

Ligas secundárias

No primeiro mês do ano de 2020, as cotações médias das ligas secundárias de alumínio apresentaram aumento em relação ao último mês de 2019. Para compras à vista, as cotações atingiram US$ 1.385/tonelada e, para entrega em três meses, US$ 1.392/tonelada, o que correspondeu a uma alta de 1,7% e 2,6%, respectivamente.

Fonte: LME – London Metal Exchange

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *